Hino da Cidade

Ó velha Redenção da Serra
Pioneira da abolição
De grandes vultos és a terra
És berço do coração


Tua velha praça, o teu jardim
Teu templo Sé da Santa Cruz
Hão de ser eternos para mim
Um farol de fé e luz


À Redenção, o meu louvor
À Redenção o nosso amor
Ó Redenção, Terra querida
Por ti darei a própria vida


À Redenção, o meu louvor
À Redenção o nosso amor
Ó Redenção, Terra querida
Por ti darei a própria vida


Ó nova Redenção da Serra
Suor e sangue redencenses
O belo em ti sempre se espera
E a tudo com vigor tu vences


Teus filhos sempre invocarão
Teu nome sob um céu de anil
Tuas serras sempre lembrarão
As grandezas do Brasil


À Redenção, o meu louvor
À Redenção o nosso amor
Ó Redenção, Terra querida
Por ti darei a própria vida


À Redenção, o meu louvor
À Redenção o nosso amor
Ó Redenção, Terra querida
Por ti darei a própria vida


Autor: Manoel da Rocha Filho